Os benefícios do peeling estão relacionados à renovação celular da pele. O procedimento é  muito indicado para quem sofre com manchas, cicatrizes, rugas e outros sinais de envelhecimento cutâneo.

Por meio da remoção de células mortas das camadas superficiais da pele, o peeling estimula a renovação celular, amenizando as lesões na região tratada.

Por ser um tipo de procedimento abrasivo, na qual uma fina camada de pele é removida, o peeling precisa ser feito por um especialista, pois quando realizado sem o devido conhecimento, pode acabar agravando a situação.

Quer saber mais sobre o Peeling? Continue lendo este blog e entenda mais sobre os benefícios do peeling, seus tipos e para que o procedimento é indicado!

Quando o peeling é indicado?

O peeling é indicado para pessoas que desejam tratar alguns tipos específicos de problemas e distúrbios de pele. Entre as situações mais comuns onde esse tratamento é indicado estão:

Contudo, é importante ressaltar que cada paciente é único. Logo, é necessário a orientação de um dermatologista para ter certeza que o peeling é realmente a melhor opção.

Benefícios do peeling

Ao estimular a renovação celular da camada mais lesionada e superficial da pele, o peeling melhora o aspecto e a textura da mesma, além de aumentar as taxas de produção de colágeno e elastina no organismo.

O peeling promove o rejuvenescimento facial, ao suavizar os sinais de envelhecimento, diminuir as manchas de sol e da idade, além das cicatrizes de acne e flacidez da região, o que torna a pele mais bonita e saudável.

Resultado dos benefícios do peeling no rosto

 

Tipos de peeling

Os principais procedimentos estéticos são realizados através do peeling físico e do peeling químico:

Peeling físico: a descamação da pele é provocada a partir da dermoabrasão, ou seja, o dermatologista “lixa” a pele do paciente, estimulando a renovação celular.

Peeling químico: O dermatologista utiliza de um ácido para agredir a pele e promover a descamação da mesma. Os ácidos mais utilizados são o ácido hialurônico, ácido retinóico e ácido glicólico.

Como é a recuperação do procedimento?

A recuperação do peeling é um processo delicado que exige uma série de cuidados específicos. É fundamental seguir as orientações de seu dermatologista, para garantir os resultados.

Como a pele é lesionada, sua sensibilidade está muito maior e, por isso, é necessário usar protetor solar diariamente. Além disso, é preciso ser reaplicado em todo o rosto, a cada duas horas.

Em alguns casos, também podem ser indicados alguns produtos específicos, que auxiliam no processo de renovação celular.

O tempo de regeneração e recuperação varia muito conforme o tipo de pele do paciente, o tipo de distúrbio da pele tratada e o tipo de peeling.

Dependendo da profundidade ao qual o tratamento atingiu as camadas da pele, pode ser indicado alguns medicamentos específicos para evitar possíveis infecções por conta de bactérias e outros microrganismos.

Para quem deseja fazer peeling, o ideal é marcar uma consulta. Assim, o dermatologista poderá avaliar qual procedimento é o mais indicado para o seu caso e tirar todas as suas dúvidas!

20%
OFERTA ESPECIAL DO SITE

Cuide da saúde do seu corpo. Você merece!

Desconto de 20% na consulta.
SOMENTE para agendamentos através do site!

AGENDAR AGORA